Perguntas Frequentes

Índice
Top
Índice
A profecia das 70 Semanas

Veja o tema “Respostas á perguntas sobre a cronologia do fim dos tempos” nesta seção.

Abominação da desolação

Publicações:
Capitulo 5 do livro O Anunciado Tempo do Fim
Livro online O tempo se esgotou

Alimentos impuros

Veja a lista de alimentos puros e impuros na página PUBLICAÇÕES.
Veja também "Histórias da Bíblia para crianças - carnes puras & impuras"

Aniversários – compreensão

Devido aos ensinamentos diferentes de muitas igrejas, muitas vezes há confusão sobre a comemoração dos aniversários. Para muitas famílias, um aniversário é um momento para lembrar o início da vida de alguém. As pessoas naturalmente se lembram da data de seu nascimento. Não há nada de errado em comemorar esses momentos importantes, como aniversario de alguém ou o aniversario de casamento. Lembrar e comemorar tais ocasiões é natural e bom. É bom expressar (verbalmente ou através de cartões ou cartas) amor e gratidão para com os outros. No entanto, às vezes as pessoas têm tido uma tendência a levar as coisas longe demais quando se trata de alguns assuntos de celebração.

Algumas pessoas celebram algo assim fazendo uso excessivo de álcool, o que é pecado. As vezes estas festas são associadas com imoralidade sexual, embriaguez e conduta imprópria. Isto é algo que obviamente está errado.

O único cuidado na celebração de aniversários é que as festas que são organizadas para as crianças (ou mesmo para adultos), onde muitos são convidados na esperança de receber muitos presentes. Tais celebrações, que incluem um tipo de ambiente festivo, muitas vezes ensinam o caminho de "obter", egoísmo e injustificadas "expectativas" de receber algo dos outros. Muitas vezes, é melhor comemorar estas datas especiais na vida em "formas especiais", demostrando mais reconhecimento e atenção que habitual. Por exemplo, comemorar os 15 anos de uma menina ou quando o jovem entra na idade adulta aos 21 anos, e mais tarde na vida "os 50 ", etc. O mesmo se aplica á comemoração das bodas de prata ou de ouro de casamento. Essas datas variam de acordo com a individualidade e escolha pessoal. Não há certo ou errado em tais assuntos.

Não há nada de errado em dar um jantar ou um almoço em família ou até mesmo um bolo feito especialmente para a ocasião. É perfeitamente possível participar em qualquer celebração que expressa padrões corretos. Tais celebrações podem incluir aniversários, feriados nacionais e muitas ocasiões pessoais, como celebrar uma formatura. Essas coisas são uma questão de escolha pessoal, baseada no espírito da questão.

Anti-Cristo

Em poucas palavras, anti-Cristo significa alguém que estava na igreja verdadeira de Deus, tinha a verdade de Deus habitando/vivendo nele pelo poder do espírito Santo de Deus e, então, resolveu rejeitar o caminho de vida de Deus. Estas pessoas são anti-Cristo, porque se voltaram contra Cristo, não permitindo que Cristo viva/habite nelas. Anti-Cristo não é uma pessoa, e tampouco se refere ao Papa da igreja católica.

Armageddon - Dia do Senhor

Publicação: O Mistério dos Séculos

Arrebatamento

A palavra “arrebatamento” não aparece na Bíblia. O conceito do arrebatamento é relativamente novo, e vem do pensamento do próprio homem e não da palavra inspirada de Deus. Ninguém vai para o céu para estar protegido por 7 anos dos eventos catastróficos do fim dos tempos, que terão lugar na Terra. As pessoas que acreditam em um arrebatamento pensam que elas serão rapidamente levadas para o céu, em algum momento no tempo, pouco antes de que a humanidade comece a sofrer terrivelmente com desastres de epidemias, pragas e outras grandes calamidades, juntamente com grandes guerras, que durarão sete anos. Acontecimentos terríveis realmente terão lugar na terra, incluindo uma Terceira Guerra Mundial. Mas estes acontecimentos vão durar menos de um ano e acontecerão durante um segundo e último cumprimento profético do “Dia do Senhor”.

Baixar sermões para o computador

Você pode baixar os sermões e entrevistas de rádio e usá-los no seu leitor de mp3. Se você fizer um clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo mp3 que você deseja baixar, você será solicitado a abrir ou salvar. Escolha ‘Salvar como’. Em seguida, será solicitado o local onde deseja salvar o arquivo. Selecione o diretório (por exemplo seu desktop) onde você deseja salvá-lo e ele irá baixar e ser salvo no local em seu computador.

Baixar sermões para o MP3 ou iPod

Você terá que consultar a documentação do seu modelo específico mp3 player (como iPods) de como transferir arquivos. Cada mp3 é um pouco diferente na maneira de transferir os arquivos, mas a maioria usa um cabo USB para conectar o MP3 ao computador.

Baixar sermões: soluções – Windows Vista - Problemas com a webcast ao vivo

Isto pode ser útil para aqueles que tem o Windows Vista e não podem ouvir a transmissão ao vivo. Você só precisa clicar o botão direito do mouse no link sermão ao vivo e selecione ‘Salvar como’. Salve o arquivo. asx no seu disco duro. Em seguida, abra o Windows Media Player e adicione o arquivo. asx recém-transferido para a sua lista e salve-o como um arquivo wpl. (Windows playlist). Agora tudo que você tem que fazer é abrir este arquivo (o arquivo wpl) e você pode ouvir a transmissão ao vivo.

Batismo

Veja na página de PERGUNTAS FREQUENTES o tema sobre o Batismo. Veja também o tema "Menor de idade/Adolescentes" nesta seção, para as pessoas menores de 18 anos.

Blasfêmia

Sermão relacionado: "1 Peter- Pt 1" (August 30, 2008)

Calendário de Deus, O

O calendário de Deus é completamente diferente do calendário criado pelos romanos. O calendário romano é regulado por cálculos diferentes e usa nomes que Deus não estabeleceu. O calendário de Deus e Os Dias Sagrados são calculados com base em Sua palavra. Um exemplo é a observância do Pessach (Páscoa). Esta é uma celebração que deve sempre ser observada no dia 14 de Nisan (Abib). Quando você compara as datas dos Dias Sagrados de Deus com as datas no calendário romano, você vai ver que os Dias Sagrados de Deus caem em diferentes datas no calendário romano. As datas reais dos Dias Sagrados de Deus estão listadas no site, na página DIAS SAGRADOS.

Deus conta os dias de um até sete, como mencionado no capítulo 1 do livro de Gênesis. O sétimo dia é chamado o Sabbath, o que significa "repouso".

Os meses no calendário de Deus se contam de lua nova a lua nova (Isaias 66:23). A palavra hebraica, cho'dhesh, é traduzida como "mês" (Genesis 7:11) e vem de uma raiz que significa "novo", enquanto outra palavra que também é usada para mês, ye'rach, significa "lunação".

Há doze meses no calendário sagrado, com um 13o mês que é acrescentado sete vezes em um ciclo de 19 anos, geralmente chamado de segundo Adar (VEADAR) - 13º mês.

1 - NISAN (ABIB)
2 - IYYAR (ZIV)
3 - SIVAN
4 - TAMMUZ
5 - AB
6 - ELUL
7 - TISHRI (ETANIM)
8 - HESHVAN (BUL)
9 - QUISLEU
10 - TEBETE
11 - SHEBAT
12 - ADAR

O calendário secular, romano, começa a partir de Tishri. Isto significa que o primeiro mês do calendário secular corre paralelo ao sétimo mês do calendário sagrado.

Calendário romano, a origem dos nomes dos meses

Os nomes dos meses e os seus significados são os seguintes:

JANEIRO: Januarius, em homenagem ao deus romano, Janus.
FEVEREIRO: Februarius, em honra do festival romano de expiação e purificação.
MARÇO: Martius, em homenagem ao deus romano, Marte.
ABRIL: Aprilis, que foi derivado de Aperio, verbo latino "para abrir". Este é o mês em que a terra se "abre" para produzir novos frutos.
MAIO: Maius, em honra da deusa grega, Maia.
JUNHO: Junius, em honra da deusa romana, Juno.
JULHO: Julius, em homenagem ao imperador romano, Júlio César.
AGOSTO: Augusta, em homenagem ao imperador romano César Augusto.

Os meses restantes - setembro, outubro, novembro, dezembro - são derivados das palavras latinas para os números sete, oito, nove e dez. Eles eram os meses 7, 8, 9 e 10 do calendário romano antigo

A origem dos dias da semana
De acordo com o artigo da Enciclopédia Internacional intitulado "Semana", os dias da semana são nomes para o sol, a lua e cinco planetas visíveis, os quais estão associadas com divindades pagãs. Os nomes dos dias da semana, e os seus significados são os seguintes:

DOMINGO: Prima feria, dies solis, o Sol, em honra ao deus sol.
SEGUNDA-FEIRA: dies lunae, a Lua, em honra ao deus da lua.
TERÇA-FEIRA: dies martis, o planeta Marte, em honra ao deus Marte.
QUARTA-FEIRA: dies mercuri, o planeta Mercúrio, em honra ao deus Mercúrio.
QUINTA-FEIRA: dies iovis, o planeta Júpiter, em honra ao deus Júpiter.
SEXTA-FEIRA: dies veneris, o planeta Vênus, em honra á deusa Vênus.
SÁBADO: dies saturni , o planeta Saturno, em honra ao deus romano, Saturno.

Como pode ser que esta semana planetária veio a ser tão comumente utilizada no mundo que professa o cristianismo? Os primeiros cristãos continuaram utilizando o sistema de Deus com a semana de sete dias, mas no final do século III d.C. o sistema de Deus começou a ser substituído pela semana planetária.

Esta semana planetária, com seus dias com o nome de divindades pagãs, não é de Deus. Deus Todo-Poderoso criou a semana com sete dias, simplesmente contando os dias de um à sete (Genesis: 1; 2:1-3). O único dia ao qual Ele deu um nome foi o sétimo dia. Ele chamou este dia de Sabbath, que significa descanso (Êxodo 16:22-26), (Ex. 20:8-11).

Casamento

A união matrimonial envolve uma das decisões mais importantes que uma pessoa faz em sua vida inteira. Por isso o casamento não é algo que deve ser decidido às pressas, mas com planejamento e considerando todas as facetas desta decisão. Ao considerar se casar as pessoas devem avaliar aspectos como personalidade, intelecto, formação cultural, educação, caráter, hábitos financeiros, e até mesmo pontos de vista sobre assuntos como a criação dos filhos. A coisa mais importante a considerar é a crença religiosa da pessoa. Em resumo, um casamento sábio é aquele em que os parceiros se complementam, e não competem um com o outro.

Devido ao fato que algumas culturas e religiões têm preconceito racial, devemos parafrasear aqui a Igreja de Deus não vê o casamento entre pessoas de diferentes raças como pecado.

Casamentos – assistir a um casamento no dia do Sabbath

Veja o tema: Funeral: assistir a um funeral no dia do Sabbath

Cidadania em uma nação

Há pessoas que não compreendem, criticam e acusam falsamente a Igreja de Deus, chegando a conclusões falsas ou simplesmente deturpando o ensino e a doutrina da Igreja. Estas pessoas muitas vezes tentam comparar a Igreja de Deus com as seitas ou cultos estranhos que têm doutrinas e ensinamentos distorcidos e que vão em contra a Palavra de Deus.

Um dos aspectos sobre o qual a Igreja de Deus é geralmente falsamente acusada diz respeito à comparação entre a Igreja de Deus e grupos militaristas que mantêm um arsenal de armas e suprimentos de sobrevivência como uma espécie de preparação para fazer frente as autoridades governamentais caso elas tentem se intrometer em seus direitos religiosos.

A Igreja de Deus - PKG ensina que todos os que seguem os ensinamentos da Igreja devem ser cidadãos cumpridores da lei e que todos devem apoiar e cooperar com os órgãos que executam e mantêm a lei. O povo de Deus é solidário e grato ás pessoas que executam o difícil trabalho de manter a lei e a ordem, numa tentativa de tornar as cidades seguras para todos. A Igreja é muito categórica em tais assuntos e ensina claramente que a cidadania deve ser exercida em cada comunidade e á cada nível de governo em qualquer país em que os membros da Igreja de Deus vivam. A Igreja ensina que o uso de todas as armas contra os outros é errado, mesmo que alguns possam considerar isto como uma questão de autodefesa (veja também o tema "Proteção" nesta seção).

A Igreja de Deus - PKG entende que o mundo está entrando em um momento de grande agitação e de guerra durante este último "Dia do Senhor", que terminará com o retorno de Jesus Cristo (ver o tema "O Retorno de Cristo - cronograma"). Se um país é conquistado por um exército invasor, o povo de Deus não deverá resistir ou lutar contra tais poderes militares, mas os membros da Igreja de Deus devem ser bons cidadãos de qualquer governo ao qual estejam sujeitos (profecias para este tempo revelam que nenhum poder poderá evitar isso). Ninguém quer viver em uma nação que está sob um governo estrangeiro devido ao cerco dos seus poderes militares, mas estas coisas vão acontecer - elas estão profetizadas para acontecer sobre toda esta Terra.

De fato a Igreja de Deus ensina a necessidade de ter uma reserva de suprimentos como água, comida, produtos para os cuidados da saúde, e outros itens necessários para poder sobreviver á catástrofes. Muitas governos locais, estaduais e nacionais apoiam e estimulam algo assim. Recomendamos que as pessoas tenham uma reserva de suprimentos para dois ou três meses, uma vez que haverá momentos em que o fornecimento de alimentos, água e outros artigos de primeira necessidade será escasso. Muitos são incentivados por governos locais e nacionais a se preparar para uma possível pandemia ou outros desastres naturais, visando a possibilidade de longos períodos de isolamento ou quarentena. Isto é uma simples questão de bom senso.

A Igreja de Deus desencoraja as pessoas a tentar estocar por longos períodos de tempo e de se mudar para lugares remotos (ou outras regiões do mundo) por causa das profecias do fim dos tempos que vão ser cumpridas durante este último "Dia do Senhor", que termina com o retorno de Jesus Cristo. Em vez disso, a Igreja de Deus ensina a necessidade de se arrepender e se aproximar de Deus, em obediência a Seus caminhos de vida, em um genuíno desejo de crescer em um relacionamento pessoal com Deus Todo-Poderoso. O povo de Deus entende que somente Deus pode livra-lo e á seus entes queridos durante o tempo de tribulação que entramos agora, e que tal livramento não depende de nossos próprios esforços.

Durante este último "Dia do Senhor", o povo de Deus é ensinado a prestar ajuda (sempre que possível) àqueles que serão vítimas destas catástrofes. Quando as catástrofes atinjam a área onde vivem, a Igreja de Deus ensina que as pessoas devem se sacrificar e prestar ajuda á outros, mesmo se estas coisas aconteçam durante o dia do Sabbath de Deus. Estamos entrando em tempos onde acontecimentos excepcionais terão lugar nesta Terra e haverá muito sofrimento. Qualquer pessoa que viva de acordo com os caminhos de Deus deverá sempre prestar ajuda a qualquer um que esteja sofrendo (sempre que possível), seja amigo ou inimigo.

Comunhão

A verdadeira comunhão entre os irmãos é uma questão espiritual. A Igreja de Deus não é como as outras igrejas do mundo. A maioria ensina que você pode vir "assim como você é". Este é um ensinamento falso, uma vez que você não pode ter verdadeira comunhão com os outros “assim como você está" naquilo que você “pensa” que é reto diante de Deus. Se alguém já sabe o que é certo, então esta pessoa não necessita da Igreja de Deus.

Jesus Cristo pagou por nossos pecados sendo nosso sacrifício do Pessach (Páscoa). Uma pessoa não pode receber plenamente o sacrifício do Pessach (Páscoa) antes que seja batizada na Igreja verdadeira de Deus. É através do batismo que você pode receber o perdão dos pecados. Deus começa atraindo-nos à Sua verdade, que, por sua vez, finalmente, leva ao batismo verdadeiro na vida. Ele dá aqueles a quem Ele chama a oportunidade, através da graça, para ter comunhão em Sua Igreja, se essa pessoa responde á Seu chamado com sinceridade e verdade.

Sim, existem requisitos que devem ser preenchidos, antes de poder ter comunhão com os outros na Igreja de Deus, com aqueles em quem o espírito de Deus habita. A pessoa deve primeiro aplicar na sua vida as coisas que Deus tem dado e que estão explicadas na seção Perguntas Frequentes deste site. Se por isso as pessoas taxam a Deus e à Sua Igreja de "elitista", então essa é a escolha de cada um, mas o fato é que Deus nos impõem condições se realmente desejamos viver em Seus verdadeiros caminhos da vida. A observância do Sabbath (sábado) no sétimo dia da semana (como descrito na seção de Perguntas Frequentes) é um bom exemplo disso. Se as pessoas não estão dispostas a obedecer á Deus em algo tão básico, então elas não podem ser convidadas a assistir um culto ou ter comunhão com as pessoas de Sua Igreja.

Uma pessoa é chamada à comunhão com Deus Pai e Seu Filho Jesus Cristo. Para estar em comunhão com Deus, a pessoa deve estar vivendo na luz (verdade) e ter a Deus fazendo morada no espírito dela. Se este for o caso, uma pessoa pode agora ter verdadeira comunhão com os irmãos, aqueles em que Deus habita, porque poderão estar em unidade de espírito e de mente, pensando da mesma forma.

Conselho financeiro

A Igreja de Deus-PKG não dá aconselhamento financeiro pessoal além do que o que Deus requer com respeito ao dízimo, ofertas e em ser honesto com relação à tributação e outras transações financeiras na nação onde se vive.

Desastres naturais

Veja o tema “Cidadania de uma nação” nesta seção.

Dia dos Namorados – Dia de São Valentin - origem

Toda a adoração religiosa deve ser como Deus manda em Sua Palavra. Nós não estamos autorizados á adicionar ou subtrair nada no que a isto se refere. Você não pode misturar um pouco de falsidade com um pouco de verdade. O Dia dos Namorados é um conceito criado pelo homem e não é procedente de Deus. E como diz a Escritura: “Nenhuma mentira há na verdade.”

Dias Sagrados – explicação

Publicação:
Capítulo 6 do livro O Anunciado Tempo do Fim
Veja também o tema “O Plano de Deus” nesta seção.

Dinossauros

Milhões de anos atrás Deus criou o universo e a Terra. Os dinossauros também já existiam há milhões de anos, juntamente com a vida vegetal. Deus colocou a Terra e o cuidado dela sob o domínio de um espírito chamado Lúcifer. Quando Lúcifer se rebelou (seu nome depois foi mudado para Satanás) contra o seu Criador, juntamente com a terça parte do reino angelical, toda a vida física foi destruída na Terra, incluindo os dinossauros. Ainda hoje os ossos destas criaturas são encontrados espalhados por todo planeta e são datados como sendo de milhões de anos atrás.

Publicações:
O Anunciado tempo do Fim, capítulo 6, "A Revelação do Plano de Deus"
O Mistério dos Séculos, capítulos 2 e 3

Dízimo – explicação sobre o primeiro dízimo

Dar o dízimo é uma questão de obediência á Deus. O dízimo é 10% do salário ou do lucro de uma pessoa, após descontar os impostos. Estudantes em tempo integral, pessoas que recebem ajuda do governo, seguro de invalidez, ou seguro desemprego estão isentas de dar o dízimo.

Impostos não estão no nosso controle, mas pertencem ao governo, ao que todos nós estamos sujeitos. Nós não temos nenhuma influência sobre esta parcela do nosso salário ou lucro que é tomada como impostos, e Jesus Cristo disse para dar a César o que é de César. Nós somos responsáveis por aquilo que está sob nosso controle e gestão. Os dízimos de Deus devem ser enviados para a verdadeira Igreja de Deus. (Igreja de Deus-PKG, PO Box 14447, Cincinnati, OH 45250 EUA). Para aqueles que estão desejosos de dar o dízimo e vivem fora dos EUA, você pode enviar um e-meio a igreja em: thecofg@aol.com.

Dízimo – explicação sobre o segundo dízimo

O segundo dízimo é um dízimo adicional de seu salário líquido e deve ser guardado para ser usado como meio financeiro para a observância dos Dias Sagrados de Deus. Instruções sobre o dízimo são encontradas em Deuteronômio 14:22-26. Este segundo dízimo é usado principalmente para pagar os gastos da Festa dos Tabernáculos, como descrito em Levítico 23, mas ele também pode ser usado para se reunir com os irmãos durante a época do Pessach (Páscoa), bem como durante o Pentecostes.

A Festa dos Tabernáculos é um festival anual, durante o qual toda a Igreja de Deus geralmente se reúne em locais específicos, equipados para que um grande número de pessoas possa adorar e se regozijar diante de Deus, durante este período de tempo.

Na Festa dos Tabernáculos de 2008 a tradicional observância foi alterada, principalmente devido ao crescimento da Igreja em quase 300% nos últimos oito meses. Nossa incapacidade de organizar adequadamente a observância com uma grande festa, como tínhamos feito tradicionalmente no passado, nos levou à necessidade de improvisar, mantendo a obediência a Deus como nosso primeiro objetivo. Muitas pessoas novas não possuem os meios financeiros para participar de uma grande festa organizada devido ao fato de que eles, como novos membros, pouco antes da festa, não haviam economizado o segundo dízimo durante o ano anterior. Portanto, a festa foi organizada de uma maneira nova. Metade da festa foi observada nas casas de membros da Igreja e a outra metade em pontos regionais localizados mais próximos aos membros do que era tradicionalmente feito no passado. O tempo de viagem foi reduzido, os gastos também foram reduzidos, possibilitando as pessoas utilizar as finanças disponíveis para observar parte da festa com outros membros.

Durante metade da festa os membros e famílias permaneceram em suas próprias regiões. Eles observaram a festa de uma forma semelhante ao que fazemos quando observamos o Sabbath semanal em nossas casas, quando não podemos nos reunir com uma congregação local. Desta forma, eles puderam ouvir os sermões cada dia da festa da mesma forma que ouvem o sermão no Sabbath semanal.

Na outra metade da festa, a maioria dos membros pôde se unir em comunhão com os outros em locais localizados mais próximos a eles (ao invés de locais maiores e mais distantes, como no passado). Esta mudança na tradicional observância da festa possibilitou um número maior de pessoas a se unir para se alegrar diante de Deus na Festa dos Tabernáculos, embora em locais dispersos e diferentes.

Essa mudança também permitiu que muitos membros mais antigos pudessem compartilhar partes maiores do seu segundo dízimo com os outros a quem Deus está chamando para o reino milenar de Jesus Cristo, que é retratado na Festa dos Tabernáculos. Durante três meses após a festa de 2008, todos os membros enviaram uma parte do seu segundo dízimo, a fim de continuar a ajudar na convocação de novas pessoas para o período milenar que está ás portas.

A partir de fevereiro de 2009, todos os membros foram instruídos a parar de enviar parte do seu segundo dízimo, a fim de poder economizar para a observância dos Dias Sagrados de Deus. Desde a revelação da 50a Verdade, o cumprimento de todas as coisas foi adiado por oito meses. Deus não revelou o momento específico ou localização exata para o cumprimento real da destruição que resultará do toque das Segunda, Terceira e Quarta trombetas. Como não sabemos se os acontecimentos futuros podem nos impedir de observar os Dias Sagrados devemos procurar estar sabiamente preparados para qualquer eventualidade.

Domingo de páscoa e semana santa- origem

Toda a adoração religiosa deve ser como Deus manda em Sua Palavra. Nós não estamos autorizados á adicionar ou subtrair nada no que a isto se refere. Você não pode misturar um pouco de falsidade com um pouco de verdade. O domingo de páscoa e a semana santa são conceitos criados pelo homem e não é procedente de Deus. E como diz a Escritura: "Nenhuma mentira há na verdade".

Entrevistas

O website www.ronaldweinland.com foi criado com a intenção de dar informações relevantes sobre os acontecimentos do fim dos tempos. As viagens de Ronald Weinland e outras informações pertinentes serão publicadas (especialmente no futuro) para manter as pessoas informadas quando estes acontecimentos tenham lugar. O Sr. Weinland tem dado entrevistas de rádio ao longo do tempo. Somente aquelas entrevistas que aportam algo de interesse ou mais informações são adicionadas ao site. Para outras informações relevantes você pode ouvir sermões que são adicionados todas as semanas na página de ÁUDIO deste website: www.cog-pkg.org/audio.

Escritura - entendimento

Somente Deus pode dar á alguém a capacidade de ver a verdade e entender espiritualmente as escrituras. É através do poder do Seu espírito Santo que Deus revela a verdade á mente de uma pessoa. O espírito de Deus é dado quando uma pessoa é chamada ao arrependimento, é batizada e recebe a imposição de mãos por um verdadeiro ministro da Igreja de Deus. Portanto, sem o espírito de Deus uma pessoa não pode vir a compreender a verdade. Sem o espírito de Deus, só se pode ver as escrituras à luz da falsa compreensão das crenças religiosas.

Espírito Santo – gerados pelo

Veja também o tema Batismo nesta seção

Os Estados Unidos e Grã-Bretanha em Profecia

Para entender as profecias relacionadas com os EUA e as tribos perdidas de Israel mencionadas na Bíblia, você pode ler o livro Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha em Profecia que pode ser encontrado na página PUBLICAÇÕES, nos escritos de Herbert W. Armstrong (www.biblical-truth.com).

Evolução, Teoria da

A teoria da evolução foi inventada por mentes humanas. A evolução é a tentativa do agnóstico ou ateu de explicar a presença de uma criação sem a pré-existência de um Criador inteligente. Você pode ler mais sobre isso no livro O Mistério dos Séculos. Este livro pode ser encontrado na página seção PUBLICAÇÕES, nos escritos de Herbert W. Armstrong (www.biblical-truth.com).

Fenômeno – aparição de OVNI’s – imagens de escultura sangrando, etc.

Embora existam muitas teorias que foram apresentadas em um esforço de explicar o fenômeno dos objetos voadores não identificados (OVNI’s) e outros tantos fenômenos, a maioria simplesmente nega a verdade revelada na Palavra de Deus sobre a existência de um mundo espiritual. Deus permitiu a Satanás e seus demônios enganar o mundo inteiro: "Então, o grande dragão foi expulso, a antiga serpente, chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo, ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele."(Apocalipse 12:9).

Parte deste engano é o conceito de vida alienígenas e a aparição de OVNI’s. Aparições de OVNI’s são simplesmente manifestações pervertidas que Satanás usa para enganar e atrair as pessoas para longe da verdade de Deus e Seu plano de salvação para toda a humanidade. As estátuas e imagens de Jesus e da virgem Maria ou outros ‘santos’ da igreja católica que aparecem sangrando não tem nada que ver com Deus e Seu Filho, Jesus Cristo. Na verdade, este fenômeno tem sido associado à truques de homens ou demônios com a intenção de enganar a humanidade. Satanás e os demônios têm o poder de produzir fenômenos visíveis à vários níveis e muitas vezes influenciam os sonhos e visões de algumas pessoas.

Funerais

A escolha de assistir ou não á um funeral é uma escolha pessoal que cada indivíduo deve fazer. A razão pela qual esta questão está sendo abordada aqui são as preocupações que as pessoas às vezes têm, devido ao fato de que um falso ministro está realizando o culto do funeral (e estas perguntas muitas vezes são feitas sobre casamentos também), ou por causa da cerimônia que é realizada em um edifício de igreja de uma falsa religião. A questão também se coloca a partir de preocupações sobre se é permitido participar de tais cultos no dia do Sabbath (sábado) semanal ou nos Dias Sagrados de Deus.

A decisão sobre isto é totalmente da responsabilidade da pessoa em questão. Tal decisão não deve ser tomada prematuramente, como resultado da pressão que se sente por parte de outros na Igreja de Deus, que têm suas próprias "opiniões" sobre tais assuntos. A decisão deve ser tomada como resultado de um melhor julgamento, baseado na busca para estar em harmonia com os princípios de um relacionamento verdadeiro com Deus.

O fato de que um falso ministro esteja realizando o culto não deve ter qualquer influência sobre tal decisão, uma vez que temos a compreensão de que o mundo inteiro está enganado e podemos facilmente separar o que é verdadeiro do que é falso. A principal consideração em assistir ou não a um funeral ou um casamento realizado por um falso ministro (ou até mesmo em um edifício de uma falsa religião) é que você não participe em qualquer parte do culto ou da cerimônia desta falsa religião. Algumas religiões incorporam orações em seu culto. Não devemos inclinar a cabeça, ajoelhar, dizer "amém", nem participar disto em qualquer forma. Alguns incorporam a tomada de comunhão e outras práticas em que não devemos nos envolver. Nós simplesmente permanecemos o mais discretos possível, enquanto presentes em tal cerimonia, mas sem participar delas.

Às vezes, a escolha pessoal torna-se mais difícil quando uma destas cerimônias acontecem no dia do Sabbath (sábado) de Deus. A primeira e mais importante consideração é que você deve escutar o sermão do Sabbath neste dia. Em alguns casos, se você não tem a possibilidade de ouvir o sermão ‘ao vivo’, você deve, pelo menos, escutar algum dos sermões anteriores neste dia.

O comparecimento a uma cerimonia e festa de casamento no dia do Sabbath deve ser minimizado tanto quanto possível (só o tempo da cerimônia, se possível). Uma pessoa não deve estar presente durante toda a festividade, que inclui geralmente um ambiente de consumo excessivo de álcool e/ou dança. Além disso, deve-se considerar quão próxima é a relação familiar com as pessoas que se casam.

A participação em um funeral pode ser mais urgente e mais necessária quando se trata de um membro da família. Muitas vezes, as relações familiares são tensas por causa do compromisso de uma pessoa com Deus e Sua Igreja. Pode haver membros da sua família que rejeitem você e que cortem os relacionamentos com você por causa de sua crença. Deve-se considerar a falta de sabedoria em adicionar mais tensão ao entrono familiar por não comparecer, dando a aparência de que você não se importa com a família e não têm respeito pelos membros da família. Uma demonstração de amor genuíno e preocupação sincera para com a família em tempos tão difíceis é uma questão de sabedoria e exemplo que pode quebrantar a dureza de coração destas pessoas para com você e para com a Igreja de Deus no futuro.

Halloween – Dia das bruxas - Origem

Toda a adoração religiosa deve ser como Deus manda em Sua Palavra. Nós não estamos autorizados á adicionar ou subtrair nada no que a isto se refere. Você não pode misturar um pouco de falsidade com um pouco de verdade. O Dia das Bruxas é um conceito criado pelo homem e não é procedente de Deus. E como diz a Escritura: "Nenhuma mentira há na verdade".

Publicações: Histórias da Bíblia para crianças- "A origem do Dia das Bruxas"

Idolatria

Sermões relacionados:
"The Eternal's Son" (October 3, 2007)
"The Body of Christ - Pt 3" (May 29, 2010)

Igreja Católica – origem

Publicações:
2008 - O Último testemunho de Deus
O Mistério dos Séculos

Igreja de Deus-PKG - ligação com o Sr. Herbert W. Armstrong

A Igreja de Deus-PKG é uma continuação da Igreja de Deus, instituída por Jesus Cristo no dia de Pentecostes, no ano 31d. C.. A Igreja tem operado sob diferentes nomes organizacionais, mas todos levavam o nome de Igreja de Deus. O Sr. Herbert W. Armstrong era um tipo do Elias que viria, como declarado em Malaquias 4:5 e liderava a Igreja de Deus sob o nome da organização da Igreja Mundial de Deus. A Igreja de Deus-PKG continua na verdade que foi restaurada pelo Sr. Herbert W Armstrong.

Igreja de Deus-PKG - permissão para usar materiais

Nós apreciamos o desejo que alguns têm para postar (copiar e anunciar) fotos dos livros ou outro material escrito de nossos sites (em sites pessoais, blogs, etc.). Mas devido a demasiadas questões legais associadas com tais pedidos (e outras possíveis complicações), não podemos dar tal permissão. O que parece funcionar melhor, sem todas as complicações, é que as pessoas que desejam fazê-lo, postem um link para o site do livro ou da Igreja, a fim de ajudar á outros a receber a mensagem de estes contêm.

As pessoas têm permissão para fazer copias de todas as publicações, como elas são escritas, e distribuí-las para aqueles que estão interessados em lê-las.

Igreja de Deus-PKG - Quem somos

A questão sobre quem é a Igreja de Deus-PKG é melhor compreendida se buscamos a orientação de Deus e Sua revelação sobre Sua própria Igreja. Somente Deus e Seu Filho, Jesus Cristo podem revelar a verdadeira Igreja de Deus. Esta é uma questão espiritual e não uma questão de lógica humana, estudo, intelecto, ou conhecimento do passado.

A Igreja de Deus-PKG não é a “ igreja de Ron Weinland". É a Igreja de Deus. Nós não somos afiliados a uma Igreja. Ou se é batizado no Corpo de Cristo, a verdadeira Igreja de Deus (que é espiritual), ou não. Se uma pessoa é concebida pelo espírito de Deus (gerada pelo espírito de Deus) e não foi cortada do fluir do espírito de Deus em sua vida, então esta pessoa é parte da Igreja de Deus.

Quanto à organização física da Igreja de Deus - PKG, ela é apenas isto - uma organização física que recebe os dízimos do povo de Deus e os usa para ensinar e liderar aqueles a quem Deus chamou (ou está chamando) e pagar todas as outras despesas associadas com a realização da obra que Deus ordenou à Sua Igreja.

Igreja de Deus-PKG – instituição

A Igreja de Deus-PKG é registrada como uma intuição a fim de ter uma organização física que possa realizar as necessidades administrativas da Igreja de Deus. Além disso, ao receber o reconhecimento do governo do estado, sem fins lucrativos, as pessoas podem deduzir legalmente os dízimos e ofertas em declarações fiscais (somente nos Estados Unidos da América), e isto dá às pessoas benefício financeiros pessoais.

Imposição de Mãos

A imposição de mãos é um ato simbólico que separa um indivíduo e que representa o recebimento do espírito de Deus. A imposição de mãos serve para mostrar que Deus trabalha através de Seu ministério. Esta cerimônia é mencionada como uma doutrina no livro de Hebreus (capítulo 6 versículo 2).

Internet fóruns

Se alguém quiser participar de qualquer fórum na internet a decisão é pessoal. A pessoa deve garantir que o conteúdo do fórum é espiritualmente saudável e edificante para sua vida espiritual. Se um fórum torna-se um lugar onde as pessoas começam a pregar aos outros ou a atacar a verdade, é preciso estar alerta e se fazer a pergunta: “Qual o bem espiritual que isto está me trazendo”?

Irmãos que foram ou estão sendo despertados

É incrível ver como Deus trabalha com aqueles a quem Ele está despertando e trazendo de volta à Sua Igreja. Mas como estas pessoas estão muito enfraquecidas pelo sono espiritual (coma) em que se encontravam (algo que cada um deles terá que enfrentar e admitir), há muita coisa que elas ainda têm de provar a si mesmas quando comecem a se esforçar para estar a par de toda a verdade que Deus revelou desde que elas foram ‘vomitados’ da Igreja de Deus.

A fim de ser restaurada a comunhão da Igreja destas pessoas com a Igreja de Deus, todos os que faziam parte da dispersão da Igreja Mundial de Deus deverão ler as publicações e ouvir os sermões descritos abaixo, se querem provar a si mesmos tudo o que Deus espera deles, a fim de voltar á plena unidade e harmonia com a Sua Igreja.

Leia os 2 livros online O Tempo Está se Esgotando e O Tempo se Esgotou, na página de PUBLICAÇÕES. Leia também os dois livros O Anunciado Tempo do Fim e 2008 – o Último Testemunho de Deus (especialmente o capítulo 7).

Ouça a série de sermões intitulada "The 50 Revealed Truths of God," and the “2005 Feast of Tabernacles”. Também é aconselhável que você ouça os seguintes sermões (que estão disponíveis somente em Inglês):
"Feast of Trumpets 2008" (September 30, 2008)
"Birth of a New Era" (November 29, 2008)
"A Transition in Eras" (December 6, 2008)
" Following God" (21 de Junho de 2008)
" The 50th Truth" (June 28, 2008)

Uma vez que você tenha lido e ouvido este material e esteja em completa unidade e completamente de acordo com isso, então você pode pedir a reabilitação na Igreja de Deus.

Jesus Cristo - não era um Nazireu

Se alguém era separado para ser um Nazireu, ele (homem ou mulher) não podia fazer a barba ou cortar o cabelo. Ele não podia tocar em qualquer corpo morto. Ele não podia consumir vinho. Nem mesmo lhe era permitido beber suco de uva. Uvas, frescas ou secas, não deveriam ser comidas por ele (Números 6:1-8). Isto eram os "sinais" de sua dedicação e ministério especial.

Muitas pessoas acreditavam que Jesus Cristo era um Nazireu, porque ele foi criado em Nazaré, uma cidade no distrito da Galileia, a cerca de 70 milhas ao norte de Jerusalém. Isto não é verdade. Pessoas que vêm de Nazaré ou moram nesta cidade são chamados de nazarenos. Eles não são Nazireus a menos que tivessem feito o voto para ser um Nazireu. Cristo não era um Nazireu. Ele bebeu vinho (Mateus 11:19). Se Ele tivesse sido um Nazireu, ele não poderia ter bebido vinho sem pecar.

Alguns que acreditam que Jesus era um Nazireu equivocadamente afirmam que o vinho que Jesus bebeu era suco de uva - mas mesmo suco de uva estava proibido para os Nazireus!

Porque assumem que Cristo era um Nazireu, muitas pessoas acreditam que tinha os cabelo longos e esvoaçantes até os ombros. Cristo não tinha o cabelo comprido! Artistas pagãos, tentam retratar um Jesus de olhar piedoso, dando-lhe um aparência de doente, triste e efeminado, e na sua vã imaginação, alguns foram tão longe como para adicionar o cabelo longo.

Cristo era um carpinteiro e trabalhador que comia apenas alimentos puros e observava as leis da boa saúde. Sabemos que Ele era um homem muito masculino, com grande força física e muita resistência. Porque amava todas as pessoas, Ele era uma pessoa sociável, amigável e alegre, que sempre pensava primeiro nos outros e era cortês em todos os momentos. O que mais importa, no entanto, é como Cristo é agora. Hebreus 1:2-4 e Apocalipse 1:12-16 nos falam do poder e da aparência que Cristo tem agora.

Ladrão na cruz, O – explicação

Jesus Cristo e os dois ladrões não foram crucificados. Eles foram pendurados em uma estaca de madeira (grego-stauros), que era um poste vertical.

Livro 2008 - O Último Testemunho de Deus - cronograma impreciso

Algumas pessoas questionam certas declarações no livro 2008 – O Último Testemunho de Deus, acreditando ter encontrado nele alguma contradição. Grande parte dos mal-entendidos se deve ao fato de que as pessoas dão sua própria interpretação ao que foi escrito. Muitas vezes aplicamos nossas próprias ideias e pensamentos, nos quais acreditamos, àquilo que estamos lendo. Seria bom ouvir o sermão intitulado "Three more weeks" (29 de março de 2008), onde este assunto também é abordado.

Livros de outras religiões

A Igreja de Deus-PKG ensina que somente a Bíblia Sagrada é a genuína e completa Palavra de Deus. A versão mais confiável de uma tradução para o português é a versão de Almeida. Mas muitos acham que é difícil de ler por causa do português arcaico que é usado nela. Nós, portanto, recomendamos a Versão Almeida Fiel, que é traduzida para o português moderno, mas que mesmo assim ainda não é uma tradução perfeita.

A Bíblia nos diz que toda a Escritura é inspirada por Deus (2 Tim. 3:16). Deus não contradiz a Si mesmo e Ele só trabalha em e através daqueles que estão em Sua única e verdadeira Igreja. Nós não acreditamos que os livros religiosos fora da Bíblia ou aqueles escritos por qualquer pessoa que não seja um verdadeiro ministro de Deus tenham a marca da inspiração, fidelidade e autoridade de Deus. Qualquer livro que de alguma forma contradiz a Bíblia não deve ser referido ou usado para a instrução religiosa.

Ronald Weinland tem continuamente advertido as pessoas a manter o foco em aprender tudo o que puder do que é postado neste website, que contém mais material do que uma pessoa pode aprender no tempo que resta.

Marca da Besta - Número da Besta 666

A besta que sobe da terra, mencionada em Apocalipse 13:11-18, é a grande prostituta, a falsa igreja (a Igreja Católica), que cavalga exercendo forte influência, e muitas vezes, controle total sobre o governo (Santo Império Romano). A marca da besta é uma marca religiosa, não uma marca governamental, como um número de CPF ou Segurança Social, ou um número de identidade nacional. Aqueles que recebem a marca da besta sofrerão o castigo das pragas do juízo de Deus e estarão em grande contraste com os santos, aqueles que guardam os mandamentos de Deus. Por isso, esta marca está relacionada com a quebra dos mandamento.

Uma marca é um sinal de identificação ou assinalamento. Um grupo de pessoas é forçado a levar o sinal ou marca da besta para trabalhar, comprar ou vender. Guardar o quarto mandamento, o Sabbath, é um sinal ou marca que identifica o povo de Deus (Êxodos 31:12-17). Os mandamentos de Deus, especialmente o quarto mandamento, que diz respeito ao Sabbath, são um sinal nas mãos (ações/trabalho) e na testa (pensamento/crença) daqueles que os guardam. A marca da besta é a observância forçada do domingo e feriados de Satanás em vez de observar os Sabbaths e Dias Sagrados de Deus.

Apocalipse 13:17-18 nos diz para contar (do grego = arithimeo), o número da besta, pois é número de um homem, e o seu número é 666. Estes versículos estão dizendo que a besta tem um número e que ela pode ser identificada. A expressão "o nome da besta", ou "o número do seu nome" deixa claro que o número 666 é o número de um reino ou um império. A expressão "é o número de um homem", mostra que também este número deve ser aplicado a um rei ou governador sobre um reino, identificando- o como a "besta".

A besta é o Império Romano, que ganhou este nome em homenagem a Rômulo, o fundador e primeiro rei de Roma. O seu nome, o nome de um homem, também é o nome do reino. Todos os cidadãos do reino levam o mesmo nome - um romano. O apóstolo João escreveu o livro do Apocalipse, em grego. Portanto, devemos contar em grego, não em latim.

Este nome, em grego, é "Lateinos". Significa "Homem latino" ou "o nome do Látium", região á qual os romanos devem sua origem e a origem de sua língua. Em grego, L = 30, A = 1, T = 300, E = 5, I = 10, N = 50, O = 70, e S = 200. Eles somam 666. Durante 1.260 anos os Papas da igreja católica reinaram e governaram sobre a besta. Eles eram, na verdade os lideres religiosos do império, governando sobre os imperadores, bem como sobre a igreja.

Menor de idade/ Adolescentes

Muitos jovens estão fazendo a escolha por obedecer á Deus, como resultado da verdade que estão aprendendo através da Igreja de Deus. Isto é algo muito bom. Para os adolescentes que são legalmente menores de idade, nós aconselhamos que você informe á seus pais sobre seu desejo de viver o caminho de Deus, que você está começando a aprender. Nada deve ser escondido deles, especialmente em um assunto como este, uma vez que existem muitas religiões estranhas ás quais se pode ter acesso através da Internet, bem como outros que procuram tirar proveito dos jovens.

É justo e conveniente diante de Deus que você seja aberto e honesto com seus pais. Os jovens devem honrar o pai e a mãe (Êxodos 20), e isto significa também ser sincero e verdadeiro para com eles. Seus pais podem não concordar com suas convicções sobre Deus, especialmente porque a maioria dos pais sempre acreditaram em coisas como o domingo, Natal e observâncias da páscoa. Embora você possa sentir ou até mesmo saber que eles não vão concordar com você, você deve ser sincero para com eles.

Quando você compartilhar suas convicções com eles, como por exemplo sobre ser obediente aos Sabbaths de Deus, e eles discordarem, então você terá de decidir como você vai honrar a Deus da melhor maneira que pode, em tais circunstâncias, até a hora que for legalmente maior de idade e possa fazer suas próprias escolhas sobre sua fé em Deus. Sem a permissão de seus pais, você não poderá receber ajuda da Igreja, como é oferecido neste website.

Todas as pessoas com acesso a Internet podem visitar o website da Igreja e obter informações que podem ler e estudar, bem como ter a possibilidade de ouvir os sermões a cada Sabbath semanal (no sétimo dia da semana) e nos Dias Sagrados. Nós encorajamos você a continuar a aprender tudo o que puder e ficar com o que é verdadeiro, visto que tempos difíceis se aproximam, os quais teremos que enfrentar ao longo do próximo ano.

Você também deve se esforçar para seguir as instruções dadas na página PERGUNTAS FREQUENTES. Alguns adolescentes estão perguntando sobre o batismo, mas a idade mínima comum para poder ser batizado é de 18 anos, portanto, crianças e adolescentes não podem ser batizadas, pelo menos até esta idade.

Namoro

A Igreja de Deus incentiva as pessoas solteiras a seguir alguns princípios espirituais quanto ao namoro: evitar a aparência do mal (não dar aos outros a ideia de que você pode estar pecando), evitar colocar a si mesmo ou a outra pessoa em uma posição que pode causar-lhes a tentação, vestir-se moderadamente de modo a não provocar a outra pessoa. É sempre melhor se conhecer e desfrutar da companhia uns dos outros em um lugar público. A Igreja de Deus sempre incentiva atividades em grupo, de modo que uma pessoa pode interagir com todos.

A prática de "viver juntos" e/ou ter relações sexuais antes do casamento é pecado. A fornicação só produz resultados negativos na vida das pessoas que a praticam. A verdadeira felicidade, confiança, fidelidade e verdadeira unidade nunca podem ser alcançadas por tais práticas que estão em conflito com as leis de Deus.

Nascer de novo

Você pode ler sobre este tema no livro do Sr. Herbert W. Armstrong O Mistério dos Séculos. Este livro pode ser encontrado em nossa seção PUBLICAÇÕES nos escritos de Herbert W. Armstrong (www.biblical-truth.com). Você pode ler o subtítulo: “A pergunta sobre o Nascer de Novo.”

Natal - origem

Toda a adoração religiosa deve ser como Deus manda em Sua Palavra. Nós não estamos autorizados á adicionar ou subtrair nada no que a isto se refere. Você não pode misturar um pouco de falsidade com um pouco de verdade. O Natal é um conceito criado pelo homem e não é procedente de Deus. E como diz a Escritura: "Nenhuma mentira há na verdade".

Publicações:
Histórias da Bíblia para crianças – “A origem do Natal”

Noite mais memorável - celebração

Algumas pessoas perguntaram como devemos celebrar a Noite mais memorável. No passado, tradicionalmente celebrávamos esta noite em pequenos ou grandes grupos. Geralmente jantávamos juntos para celebrar a ocasião. No entanto, não há nenhum serviço religioso e muitas vezes nem mesmo se mencionava o significado e o por que as pessoas se reúnem nesta noite. Geralmente, esta noite é celebrada depois do pôr do sol, no começo do primeiro dia da Festa dos Pães Ázimos.

Vamos considerar o que Deus disse aos israelitas, que levou à esta tradicional observância desta noite na Igreja de Deus.

Os israelitas aspergiam o sangue do cordeiro nos umbrais de suas portas em observância ao Pessach (Páscoa), como Deus havia ordenado. No dia seguinte (durante o dia do Pessach, no 14o dia), eles estavam se preparando para deixar o Egito. E, em seguida, imediatamente depois do pôr do sol no primeiro dia da Festa dos Pães Ázimos (15o dia), ele começaram o êxodo do Egito.

No livro de Deuteronômio é narrado claramente que o povo de Israel saiu do Egito à noite. E a única noite á que isso pode estar se referindo é o começo do 15o dia do mês de Abib. Isto se refere á festa que tem lugar imediatamente após o Pessach, que começava uma vez que os animais tivessem sido sacrificados durante o dia do Pessach, em preparação para a celebração do primeiro dia da Festa dos Pães Ázimos, depois do pôr do sol do 14o, no começo do 15o dia.

“Guarda o mês de Abibe, e celebra a páscoa ao SENHOR teu Deus; porque no mês de Abibe o SENHOR teu Deus te tirou do Egito, de noite. Então sacrificarás a páscoa ao SENHOR teu Deus, das ovelhas e das vacas, no lugar que o SENHOR escolher para ali fazer habitar o seu nome. Nela não comerás levedado; sete dias nela comerás pães ázimos, pão de aflição (porquanto apressadamente saíste da terra do Egito), para que te lembres do dia da tua saída da terra do Egito, todos os dias da tua vida.” (Deuteronômio 16:1-3)

Durante a parte do dia do dia do Pessach, os israelitas preparavam as ofertas e os animais que seriam comidos. Para eles, o momento do pôr do sol, no início da primeira noite da Festa dos Pães Ázimos é de fato uma noite memorável, porque os lembrava de sua libertação do Egito (pecado).

“O tempo que os filhos de Israel habitaram no Egito foi de quatrocentos e trinta anos. E aconteceu que, passados os quatrocentos e trinta anos, naquele mesmo dia, todos os exércitos do SENHOR saíram da terra do Egito. Esta noite se guardará ao SENHOR, porque nela os tirou da terra do Egito; esta é a noite do SENHOR, que devem guardar todos os filhos de Israel nas suas gerações.” (Êxodo 12:40-42)

O povo de Israel deveria celebrar o Pessach e a Festa dos Pães Ázimos de geração em geração. Celebrar a primeira noite da festa juntos (depois do pôr do sol, no começo do 15o dia de Abib) tinha para os israelitas um significado importante e era um memorial de que Deus os havia libertado do Egito.

Obviamente a Igreja de Deus não observa a pratica dos sacrifícios segundo o sistema levítico e tampouco celebra a Festa dos Pães Ázimos como a nação física de Israel o fazia. O Pessach e os dias dos Pães Ázimos contêm profundas lições espirituais que Deus deu à Sua Igreja.

Tanto em nossas reflexões pessoais como em muitos sermões, muitas vezes, nos aprofundamos no significado espiritual do nosso Pessach e nossa libertação do Egito no meio da noite. (A "noite" representa espiritualmente o primeiro tempo do homem neste mundo). Nós observamos os Dias Sagrados de Deus de uma forma espiritual e não no sentido físico, exceto as coisas que Deus especificamente nos instruiu a observar fisicamente (como comer um pedaço de pão sem fermento e beber um pouco de vinho na noite do Pessach, e comer pães ázimos durante 7 dias).

Tão frequentemente quando nós, o povo de Deus, celebramos Seus Dias Sagrados, temos o costume de comer juntos, mas essas coisas não são obrigatórias e tampouco ordenadas por Deus. Isso também se aplica á primeira noite da Festa dos Pães Ázimos. Isto é apenas uma tradição. Nossa observância é algo espiritual e é um assunto privado entre nós e Deus. A palavra guardar na frase "esta é a noite do Senhor que se deve guardar" em Êxodo 12 é uma palavra que é usada apenas uma vez. Significa uma noite de vigília. A lição espiritual dada aqui não deve escapar á nossa atenção. Jesus Cristo nos disse que devemos estar sempre vigilantes no tocante a nossa vida espiritual, especialmente neste período de "noite" em que o mundo se encontra. Precisamos ser do dia e não da noite, como Paulo escreveu em 1 Tessalonicenses 5: 5: “porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia. Nós não somos da noite nem das trevas”.

A conclusão é que é bom quando as pessoas optam por organizar um jantar especial em celebração ás festas de Deus. Mas isto é uma escolha. É também uma escolha se reunir com outros irmãos na primeira noite da Festa dos Pães Ázimos para compartilhar um jantar. Mas não é uma festa "religiosa", nem deve começar depois do pôr do sol. Reunir-nos nesta “Noite Mais Memorável” não é um mandamento. Esta noite é o início do primeiro Dia Sagrado anual. E é neste dia que temos uma ordem de nos reunir para nos apresentarmos diante de Deus em Santa convocação.

O Plano de Deus

O plano de Deus pode ser compreendido através dos Dias Sagrados de Deus. Estes são explicadas no livro O Anunciado Tempo do Fim, no Capítulo 6, intitulado "A Revelação do Plano de Deus".

Veja tambem os tema: Dias Sagrados / esquema dos Dias Sagrados e Descrição dos Dias Sagrados na seção de Perguntas frequentes.

O sexo no casamento

Por mais de 30 anos a igreja de Deus tem ensinado que em uma relação entre marido e mulher, todas as coisas nas quais marido e esposa estejam de acordo e se sintam confortáveis, dentro de uma relação sexual, são permitidas. Não se deve forçar o outro a fazer algo com o qual eles não se sintam confortáveis (mentalmente) ou não estejam de acordo. Obviamente isto não significa que as pessoas devem se envolver em atos perversos.

Observância do Pessach (Páscoa), A

As pessoas que não são batizadas não podem participar da celebração anual do Pessach (Páscoa), na noite do Pessach, uma vez que esta observância é apenas para aqueles que foram batizados na única e verdadeira Igreja de Deus. Veja Êxodo 12:43-48. É mandamento de Deus que uma pessoa não-batizada celebre e observe a Festa dos Pães Ázimos. O primeiro e o último dia da Festa dos Pães Ázimos são Dias Sagrados (Sabbaths anuais). Devemos comer pães ázimos cada dia, durante 7 dias. Todos os outros alimentos puros podem ser consumidos, com exceção dos produtos que contêm fermento, como pães, bolos, etc.

Pandemia

Devido ao entendimento que temos sobre o fato de que as pandemias cada vez mais se tornarão uma realidade neste tempo do fim, é necessário abordar algumas questões relativas a este assunto.

A atual cepa da gripe H1N1 já se espalhou rapidamente por todo o mundo, mas, atualmente, não é tão grave como muitas outras cepas de gripe do passado. A singularidade desta estirpe é que é especialmente perigosa para pessoas com outros problemas de saúde, e está provando ser mais perigosa para as crianças. Esta estirpe parece se espalhar mais facilmente nos pulmões, onde podem se alojar tornando as pessoas mais susceptíveis á pneumonia.

Deus fala nas Escrituras sobre o principio da quarentena em questão de doença que se espalham entre a população. O ato de voluntariamente nos separarmos dos outros, entrando em quarentena quando temos uma doença transmissível, é simplesmente uma expressão de amor para com os outros. O amor para com os outros deve sempre incluir preocupação com seu bem-estar e sua proteção quando estamos doentes, especialmente quando temos febre ou apresentamos sintomas de gripe, tosse, etc., que possam ser transmitidos á outra pessoa.

Se uma pandemia grave atingir a região onde você vive, você terá que tomar a decisão de se colocar em quarentena para proteger aos outros (no seu bairro, no trabalho). Esta é uma decisão pessoal, que todos devem fazer por si mesmos. Essas decisões podem ser tomadas para proteger a si mesmo ou para proteger sua família contra possíveis doenças que são potencialmente fatais.

Embora a versão atual do vírus H1N1 seja perigosa somente para um pequeno grupo de pessoas, ela certamente é perigosa o bastante para aqueles que pertencem a esse grupo. Por amor a eles, devemos aplicar os princípios corretos de quarentena, se nos encontramos em tal situação.

Há dois aspectos preocupantes no que se refere ao vírus H1N1 nestes momentos. O primeiro é que esta gripe pode se tornar um problema muito maior no Hemisfério Norte com o começo da estação fria (outono, inverno). Nos meses de verão a propagação desta variante é limitada. No entanto, esta variante da gripe tem se propagado mais rápido no Hemisfério Sul, em áreas mais frias. A ameaça de que nos meses de inverno no Hemisfério Norte este vírus possa se espalhar de forma incontrolável, é grande.

O segundo aspecto e mais importante é que esta variante de uma estirpe altamente virulenta pode sofrer mutações e isto pode acontecer muito rapidamente. O potencial para que isto aconteça é enorme e dado o tempo em que vivemos, isso é algo certamente concebível. Mesmo que isso não aconteça, haverá uma versão completamente nova chegando, que será mais fatal

Embora qualquer pessoa possa aplicar todos os princípios de quarentena, tanto como possível, isto não vai garantir que esta pessoa não possa contrair uma doença contagiosa ou não possa transmitir esta doença a outros. Devemos ser sábios (tudo depende da nossa situação pessoal) e procurar a ajuda de Deus nestes assuntos. Devemos em primeiro lugar seguir as instruções de Deus.

Vacinação obrigatória: existe a probabilidade de que alguns governos obriguem sua população (ou parte dela) a se vacinar. Há prós e contras para este tipo de vacinação em massa, mas ainda é a responsabilidade pessoal de cada um tomar sua própria decisão quanto a isto. Vacinas podem diminuir o risco de se contrair uma doença, mas mesmo assim, os riscos continuam sendo grandes se uma verdadeira epidemia se espalhar. Em todas as nossas decisões devemos colocar Deus sempre em primeiro lugar e esperar por Sua ajuda e proteção.

Quando um governo impõe vacinação obrigatória durante uma pandemia e que efetivamente não é uma escolha livre, isso não muda de nenhuma maneira nossa atitude de confiarmos em Deus para nossa proteção. Neste caso, você simplesmente deve confiar que Deus irá protegê-lo contra todos os perigos e riscos potenciais associados com a vacinação. Confiar em Deus para a sua segurança e proteção durante uma pandemia ou riscos da vacinação é sempre uma questão de colocar Deus em primeiro lugar em sua vida.

Pecado imperdoável, O

As Escritura afirmam que a blasfêmia contra o espírito Santo é um pecado imperdoável (Mateus 12:31-32). Estes versículos devem ser lidos com o entendimento de que o espírito Santo não é uma pessoa na divindade, mas é o próprio poder do Deus único e verdadeiro. É através deste poder que uma pessoa pode ser gerada, depois do batismo e da imposição de mãos, dentro da Família de Deus. Uma vez que uma pessoa é gerada pelo espírito de Deus, Deus revela que Ele e Seu Filho começam a habitar (permanecer em/viver em) nesta pessoa. Esta é a razão pela qual Jesus Cristo morreu. Ele morreu para que a humanidade possa ser perdoada dos pecados, para que Ele e Seu Pai possam começar a habitar espiritualmente naqueles que são gerados de Deus.

Depois que alguém é gerado pelo espirito de Deus, e Ele e Seu Filho começam a habitar nesta pessoa, então esta pessoa começa a crescer espiritualmente. Quando esta pessoa comete pecados, dentro desta nova aliança que foi feita no batismo, ela deve se arrepender rapidamente, porque Deus não pode habitar com/no pecado. É por isso que Cristo morreu como nosso sacrifício do Pessach (Páscoa), para que nossos pecados possam ser perdoados e então Deus possa habitar em nós.

Se uma pessoa chega ao ponto que se recusa a se arrepender de seus pecados, ela comete o pecado imperdoável ou seja o pecado de não se arrepender e portanto, não pode ser perdoada. Se essa pessoa não pode ser levada ao arrependimento através da graça e misericórdia de Deus agindo em sua vida, depois de haver cometido o pecado imperdoável, ela vai sofrer a pena de morte eterna (para nunca mais ser ressuscitada para a vida). Esta é a pena final para todos os que se recusam a se arrepender do pecado, que é um castigo eterno (não significando ser eternamente punido).

O desejo de Deus para todos é que cada pessoa se arrependa do pecado. Assim que uma pessoa responde à misericórdia, paciência e amor de Deus e se arrepende do pecado, esta pessoa vai querer que Deus venha habitar nela para que ela possa crescer espiritualmente e, eventualmente, tornar-se parte do Reino de Deus .

Hebreus 6:4-6 se refere a uma pessoa convertida (alguém que tendo sido chamado por Deus, se arrependeu, foi batizado, e recebeu o espírito Santo pela imposição de mãos), que consciente e intencionalmente rejeita a verdade que uma vez lhe foi revelada e renuncia a que Deus e Jesus Cristo vivam (habitem) nela. Aqui não se trata de alguém que por negligência ou por ter sido enganado, dormiu espiritualmente, como foi profetizado que iria acontecer às pessoas na Igreja de Deus.

Pedido de livro - Versão holandês, francês, espanhol, italiano e português

As traduções em holandês, francês, espanhol, italiano e português dos livros 2008 - O Último Testemunho de Deus e O Anunciado Tempo do Fim só estão disponíveis no website para baixar (formato pdf) ou ler online.

Pedidos de livros - 2008 God’s Final Witness

Você pode pedir este livro (em inglês) no nosso site www.the-end.com. preenchendo o formulário na seção intitulada PEDIDOS DE LIVRO GRÁTIS. O livro está disponível apenas para pedidos individuais e não em grandes quantidades. O livro é gratuito e será enviado para você, segundo a disponibilidade. Na página de ÁUDIO do presente website você encontra sermões que explicam cada capítulo deste livro.

Pedidos de livros – The Prophesied End-Time

O livro The Prophesied End-Time foi imprimido uma segunda vez em quantidades limitadas e estará disponível, de tempos em tempos, através do site www.the-end.com. Para obter uma cópia impressa, você terá de continuar a verificar a disponibilidade no site. Ele também pode ser lido online ou baixado gratuitamente.

Pentecostes

Veja também artigo sobre este tema na página de PUBLICAÇÕES.

Pessach (Páscoa) e Festa dos Pães Ázimos

Veja o artigo sobre o Pessach (Páscoa), na pagina de PUBLICAÇÕES.

Preparação para a tribulação

Veja o tema "Cidadania em uma nação" nesta seção

Profeta - prova do

Crer que Ronald Weinland é realmente o profeta de Deus para o fim dos tempos e uma das duas testemunhas é algo que só pode ser dado por Deus. Durante 25 anos, Ronald Weinland tem sido um ministro na Igreja de Deus. Em 1998, Deus o consagrou profeta para este tempo do fim. A sua responsabilidade, como profeta, é revelar o significado das profecias, que Deus guardou para este tempo em que vivemos. A medida que os acontecimento descritos no livro 2008 – O Último Testemunho de Deus tenham lugar, o mundo será cada vez mais consciente da veracidade das palavras escritas neste livro e as pessoas compreenderão que Ronald Weinland foi enviado por Deus como Seu profeta para o fim dos tempos. Profecias são compreendidas e reveladas através de revelação para a mente pelo poder do espírito Santo de Deus.

Proteção - autodefesa

Veja também o tema "Cidadania de uma nação" nesta seção.

Algumas pessoas perguntaram se elas podem se defender da violência física. Autodefesa é algo justificável, mas matar alguém, como autodefesa não o é! Se você pertence á Deus e sua vida está em Suas mãos (e você for fiel e obediente a Ele), você vai experimentar a proteção de Deus em tais circunstâncias. Se algo vier a acontecer, então você deve determinar o quão longe você iria em defesa própria e quais as limitações que você deve colocar a si mesmo. O ponto é que você deve colocar a sua vida plenamente nas mãos de Deus. Essa é a sua proteção e de sua força. E não o que você pode fazer para defender a si mesmo e sua família.

Proteção - o que devo fazer?

Deus tem aberto os olhos das pessoas para ver e acreditar no que está escrito no livro 2008- O Último Testemunho de Deus. Algumas destas pessoas estão se perguntando: "O que devo fazer?" Se devem ou não se mudar á outra região é uma preocupação comum, juntamente com a forma de se preparar para o que está vindo. Não há lugar no planeta que não irá sofrer com a destruição que está chegando. Portanto, não há lugar para onde se possa fugir, que possa ser considerado "seguro". A coisa mais importante que qualquer pessoa deve fazer para se preparar para o que está vindo e/ou sobreviver à tribulação final é arrepender-se e aproximar-se de Deus.

Deus tem o poder de proteger uma pessoa, não importando a situação física ou o lugar onde esta pessoa se encontre. Você precisa confiar em Deus para conduzir, orientar e direcionar você. A coisa mais importante a fazer é submeter-se a Deus em obediência. Se você está realmente buscando um relacionamento com o Deus único e verdadeiro, você deve começar seguindo as instruções descritas na página de PERGUNTAS FREQUENTES (buscando uma resposta).

Respondendo á perguntas - quando perguntado

É bom responder á perguntas sobre a esperança que está dentro de você quando alguém lhe aborde a este respeito, mas impor á outros o que você aprendeu não é sábio. A medida que as pessoas vejam a crescente evidência dos trovões e trombetas se tornando cada vez mais fortes, você poderá explicar lhes por que estas coisas estão acontecendo. Até então, simplesmente responda perguntas quando lhe for perguntado. Quando alguém lhe fizer perguntas você sempre pode encaminhar esta pessoa ao livro 2008- O Último Testemunho de Deus (grátis no site www.the-end.com) e/ou para a Igreja de Deus-PKG site (www.cog-pkg.org).

Neste momento, é melhor você se concentrar em seu próprio crescimento espiritual e como discípulo, aprender o máximo que puder enquanto você ainda tem acesso à verdade. Assim você pode crescer e se capacitar melhor para ajudar a outros no futuro.

Retorno de Cristo – cronologia

A Igreja acredita que Jesus Cristo voltará no Dia de Pentecostes de 2019 (9 de junho). Pouco antes de 2008, Deus julgou a este mundo, e Sua sentença foi, em principio, que os catastróficos acontecimentos do tempo do fim começariam depois de novembro de 2008. E consequentemente Cristo regressaria no Dia de Pentecostes de 2012. Quando isso não aconteceu, a Igreja pensou que Cristo poderia voltar no Dia de Pentecostes de 2013, já que Deus não havia revelado ainda por que Cristo não tinha regressado em 2012.

E foi somente vários meses depois do Dia de Pentecostes de 2013, que Deus começou a revelar que Ele tinha posposto a data da vinda de Cristo por exatamente 7 anos. E mesmo assim, Ele ainda não tinha permitido à Igreja compreender o porquê tudo isso tinha ocorrido. E foi somente a finais de 2015 que fez Deus começou a revelar essas coisas à Sua Igreja.

Os catastróficos acontecimentos do tempo do fim e a Terceira Guerra Mundial, que são mencionados no livro de 2008 – O Último Testemunho de Deus, também foram pospostos por exatamente 7 anos. No entanto, não foram somente a ordem e a data destes acontecimentos que foram alteradas, mas também a dimensão da destruição que virá como resultado das Sete Trombetas do Apocalipse e das Sete Últimas Pragas. Essa destruição, que teria sido muito maior antes, agora pode ser consideravelmente diminuída, e assim muitos milhões de pessoas mais terão a possibilidade de sobreviver.

Uma das principais razões para que Deus aprazasse a vinda de Cristo é para que Ele possa oferecer a dezenas de milhões de pessoas mais a oportunidade de sobrevier, algo que não teria sido possível antes. No entanto, no que se refere a destruição profetizada como consequência de una guerra nuclear, que pode significar a morte de 2,3 bilhões de pessoas, tudo continua sendo o mesmo. Quando a destruição que o homem vai trazer sobre si mesmo chegue a este ponto, Deus então vai intervir e impedir a auto-aniquilação da raça humana.

Tudo o que estava programado para começar no final de 2008, pode agora começar no final de 2015. O primeiro importante acontecimento do tempo do fim vai causar muito medo a todos, devido a uma grande implosão dos sistemas monetário e económico do mundo. Isto irá resultar no colapso do dólar Americano, que deixará de ser moeda de reserva mundial. Este colapso terá um impacto ainda muito maior porque o mercado de títulos, que já está sobre alavancado, também irá falhar. Esta alavancagem, que é a garantia de uma dívida que agora é muito maior, foi estimada por alguns economistas em uns 550 trilhões de dólares a nível mundial.

Este colapso chegará acompanhado de um ataque contra os Estados Unidos, que deixarão de ser uma potência mundial e serão impotentes como nação. Quando comece a Terceira Guerra Mundial, muitos dos catastróficos acontecimentos que foram profetizadas para o tempo do fim também começarão a ocorrer. Tudo isso levará ao momento em que Deus vai intervir para impedir a auto-aniquilação da raça humana, ao momento em que Jesus Cristo voltará para constituir o governo de Deus sobre todas as nações da terra.

Sonhos e visões

A Bíblia revela que, em tempos passados, aos servos de Deus foram dadas visões e sonhos por razões específicas e para transmitir uma mensagem especial. Hoje, Deus fala ao Seu povo através da Bíblia e de Seu verdadeiro ministério. A maioria das visões e sonhos que as pessoas têm são simplesmente causadas por estresse mental ou físico (Eclesiastes 5:3). Às vezes, Satanás pode induzir as pessoas a ter um sonho, visão ou sensação emocional.

Quando alguém tem um sonho, visão ou uma sensação emocional, isto deve ser visto como apenas isso, uma sensação emocional, uma visão ou um sonho. Não se deve deduzir que Deus está envolvido nisto ou que Ele está se comunicando com estas pessoas, porque isto não é verdade. Deus não trabalha desta forma. Deus ensina a verdade através de Seu ministério verdadeiro e revela a verdade á mente de uma pessoa pelo poder do Seu espírito.

Teorias de conspiração

Existem muitas teorias de conspiração do mundo. Elas alegam que os banqueiros, os judeus, CFR, Comissão Trilateral, Illuminati, Maçons, Bilderbergers, a Ordem, e/ou qualquer um dos muitos outros grupos estão conspirando para controlar ou dominar o mundo.

A Igreja de Deus não acredita que uma pessoa possa se beneficiar com o estudo sobre tais conspirações ou teorias. Estas teorias (e elas são apenas isto, teorias) contradizem tanto a profecia bíblica como os fatos históricos. Elas parecem ser o dispositivo usado por Satanás, por oferecem um suposto conhecimento "escondido", para levar as pessoas para longe da verdade de Deus. Estudar estas teorias é um desperdício de tempo precioso, que deveria ser usado para estudar a palavra de Deus - a verdade. Ao concentrar-se no que é verdadeiro, a mentira dos caminhos do homem será revelada.

Na verdade, existem "centros de poder" dentro de organizações empresariais, políticas e econômicas em todo o mundo. Todos os segmentos da nossa sociedade estão sujeitos a isto e são responsáveis por sua própria contribuição as desgraças nacionais, doenças e imoralidade. A pessoa por trás disto tudo é o enganador, Satanás, o diabo, cujo objetivo é sabotar o plano de Deus. Como está escrito em Apocalipse 12: 9: “Então, o grande dragão foi expulso, a antiga serpente, chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo, ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele”.

Mas a questão principal em tudo isto é que não existe governo, organização ou grupo secreto que terá sucesso em controlar este mundo, a fim de trazer qualquer mudança duradoura, que buscam realizar através de seus esforços. A verdade é que estamos no final do período que foi dado ao homem para se autogovernar, e o domínio de Satanás está prestes a terminar. Nada e ninguém poderá impedir que isto aconteça!

Uso de armas

Veja o tema "Cidadania em uma nação" nesta seção.

Vacinas

Veja o tema "Pandemias" nesta seção.

Verdade - A Palavra de Deus

Deus revela a verdade por meio de Seus servos (ministério) a cada Sabbath. O melhor é que a pessoa não tente descobrir o que Deus ainda não revelou. Deus revelará Sua verdade através dos sermões (progressivamente) pelo poder do Seu espírito Santo.

Publicações: “As 57 Verdades de Deus” e “O Tempo está se esgotando”

Visão – Fátima

A Bíblia adverte que as pessoas vão testemunhar milagres e fenômenos sobrenaturais e que serão enganadas por isso. Nós também encontramos um exemplo bíblico deste tipo de falso milagre em 1 Samuel 28: 7-20. O rei Saul acreditava que o morto profeta Samuel apareceu, dando-lhe uma mensagem, mas se tratava realmente de um espírito maligno personificando Samuel!

Como sabemos que Maria realmente não apareceu no céu? A Bíblia revela que os mortos justos permanecem em suas sepulturas até a ressurreição no retorno de Cristo (1 Coríntios 15:22-23, 50-54, 1 Tessalonicenses 4:13-17, Hebreus 11:39-40). Maria ainda está aguardando a ressurreição e não pode aparecer a ninguém. Nenhuma outra pessoa subiu ao céu, exceto Jesus Cristo (João 3:13, Atos 2:34).

YAHWEH ELOHIM

Veja também o tema "Jesus Cristo, o Filho de Deus" nesta seção

Você pode ou não ter dificuldade em compreender uma área importante de mudança na doutrina que você terá que lidar com ela se você é uma das pessoas que estão dispersadas da Igreja Mundial de Deus. O entendimento sobre YAHWEH ELOHIM é algo que Deus simplesmente não revelou ao Sr. Armstrong. Este entendimento foi reservado para ser revelado agora, com o objetivo de fazer uma distinção entre aqueles com quem Deus está trabalhando neste tempo do fim e os mais de 500 grupos dissidentes que se originaram a partir da dispersão da Igreja mundial de Deus, com quem Deus decididamente não está trabalhando.

Você pode encontrar mais informação sobre este assunto no capítulo 7 do livro 2008 – O Último Testemunho de Deus. Além disso, você pode ouvir todos as sermões da Festa dos Tabernáculos, em 2005. Quando você ouça esses sermões, o melhor é que você comece com o primeiro e siga escutando em ordem crescente.